Transparência
Portal Transparência
ArrecadaNet
ArrecadaNet
Plano Diretor
Pesquisa
O que é mais necessário para a nossa cidade?
 
PREVIBEL
Previbel
EMAIL

E-mail:

Senha:

Prefeitura Municipal de Bela Vista de Goiás

CALENDÁRIO FISCAL 2016

"Fixa o Calendário Fiscal para recolhimento dos Tributos Municipais do exercício do ano de 2016 e dá outras Providencias"

Calendário Fiscal 2016 Completo - Clique aqui para baixar

Observação:

  • IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano - onde há construção )
  • ITU (Imposto Territorial Urbano - onde não há construção)

 

 

Em 2015 foram notificados 487 casos com a confirmação de 184 no município belavistense. Já em 2016, 19 casos notificados com a confirmação de 5 casos de Dengue em Bela Vista.

Bela Vista iniciou sua força tarefa para combater o Aedes Aegypti no último dia 12 com o dia "D"

Na sexta feira (8) secretários municipais, funcionários da saúde do município e Corpo de Bombeiros de Goiás se reuniram na sede no Nasf de Bela Vista, para traçar a ação da força tarefa que será realizada no município para combater o mosquito transmissor da Dengue, Chikungnya e Zika Vírus. Em Bela Vista, o mutirão deve percorrer todos os 25 bairros da cidade, levando informações e conscientizando a população sobre a necessidade de eliminar os focos do mosquito transmissor da dengue. Mas para o coordenador de apoio administrativo regional de saúde do centro sul, Marco Aurélio de Oliveira erradicar o mosquito é praticamente impossível, mas controlar sim: “O crescimento populacional é uma das causas que impede a erradicação do mosquito. Em 1970 o mosquito foi erradicado com uma população de 90 milhões de pessoas, hoje são mais de duzentos milhões”, justifica. Ainda segundo o coordenador, se depender da maioria da população a dengue está e ficará fora de controle. O bombeiro Tem. Basílio revela que somente a integração da sociedade organizada poderá resultar em um bom trabalho a ação que foi iniciada no último dia 12. O dia "D" foi na terça dia 12 onde estiveram em ação 16 Agentes de Combate as Endemias, 15 militares bombeiros, sociedade organizada, secretarias da saúde, limpeza pública entre outras nas ruas e imóveis de toda a parte central da cidade. Os dados oficiais do mutirão no dia “D” não foram nada animadores. Foram visitados 1338 Imóveis, estes só em parte do centro da cidade, quando foram  Trabalhados: 980 imóveis, sendo 356 Fechados, Imóveis com foco: 106, com um Índice de Infestação de: 10,82. A ação está programada para todo o restante do mês de janeiro sendo a primeira de 4 ações contra o mosquito da Dengue. Em 2015 foram notificados 487 casos com a confirmação de 184 no município belavistense. Já em 2016, 19 casos notificados com a confirmação de 5 casos de Dengue em Bela Vista.

 

“Vocês terão um trabalho muito difícil pela frente é um sacerdócio”, disse o chefe do executivo

Conselheiros Tutelares eleitos são empossados

Na sexta-feira (8) foram empossados os novos conselheiros Tutelares de Bela Vista de Goiás para o mandato 2016/2020. O ato foi realizado no gabinete do prefeito de Bela Vista Eurípedes José do Carmo. Fernanda Batista Carneiro, Eliene Maria Dionisio Souza, Lilian Magalhães Rezende Fernandes, Dádima Aparecida Borges e Epaminondas Pires Cardoso, foram empossados como titulares de acordo com os números da eleição realizada em 2015. Na mesma oportunidade receberam os seus diplomas os suplentes; Lorraine Fiana Diniz de Carvalho, Adriana Aparecida de Souza, Duana Cristina de Morais Macedo, Jordana Gonçalves Rodrigues. Em sua fala o prefeito, Eurípedes José do Carmo afirmou que o Conselho Tutelar é de suma importância para o município. “Vocês terão um trabalho muito difícil pela frente é um sacerdócio”, disse o chefe do executivo. A presidente do (CMDCA), Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente, Genesi Bonifácio Guimarães acredita que os novos conselheiros vão atender as expectativas da população.

 

Prefeito de Bela Vista autoriza obras de mobilização urbana

Prefeito de Bela Vista autoriza obras de mobilização urbana

O Prefeito de Bela Vista Eurípedes José do Carmo autorizou nesta segunda (04) o inicio das obras de mobilidade urbana. Serão beneficiadas 6 ruas do centro,  3 bairros mais o distrito de Roselandia com obras do tipo:calçadas, faixa de pedestre, placa de sinalização, rampa de acessibilidade e passarela. A região central terá 6 ruas atendidas pelas obras;Rua Eugenio Jardim com 274,95m² de calçadas, 2 faixas de pedestres, 8 placas de sinalização, 4 rampas de acessibilidade e 1 passarela. Rua Cristóvão Colombo, 1 faixa de pedestre, 4 placas de sinalização e 2 rampas de acessibilidade. Rua ponte Boa Vista, 47m² de caçada, 2 faixas de pedestre, 8 placas de sinalização e 4 rampas de acessibilidade. Rua Senador Pedro Ludovico Teixeira, 1 faixa de Pedestre, 4 placas de sinalização e 2 rampas de acessibilidade. Rua Domingos Arantes, 7 m² de calçada, 1 faixa de pedestre, 4 placas de sinalização e 2 rampas de acessibilidade. Avenida José Pontes, 1.088,25 m² de caçada, 4 faixas de pedestres, 10 placas de sinalização e 6 rampas de acessibilidade. Três setores também serão beneficiados; Setor São Geraldo, Travessa Piracanjuba, 252,m² de calçada, 2 faixas de pedestre, 4 placas de sinalização e 2 rampas de acessibilidade. Bairro Santa Cruz, Rua Renato Camilo, 1 faixa de pedestre, 4 placas de sinalização, e 2 rampas de acessibilidade. Parque Buritizais, Rua 3, 1 faixa de pedestre, 4 placas de sinalização e 2 rampas de acessibilidade. Distrito de Roselandia; Rua das Laranjeiras, 117m² de caçada, 1 faixa de pedestre, 4 placas de sinalização e 2 rampas de acessibilidade. Rua Boa Esperança, 138m² de calçada, 1 faixa de pedestre, 4 placas de sinalização e 2 rampas de acessibilidade. As obras totalizarão 1.924,20m² de caçadas, 17 faixas de pedestre, 58 placas de sinalização, 30 rampas de acessibilidade e 1 passarela ao valor de R$ 148. 659, 83 centavos. O prazo de execução das obras é de dois meses com inicio previsto para o mês de janeiro de 2016.

 

O Centro de Atenção Psicossocial realiza III Seminário de Saúde Mental

O Centro de Atenção Psicossocial de Bela Vista  de Goiás realizou, na terça-feira (24), o III Seminário de Saúde Mental, no Projeto Viver, reuniu profissionais da área da saúde, educação e de outros setores.

Seminário abordou o tema Medicalização da vida, no qual entende-se por medicalização o processo que transforma, artificialmente, questões não médicas em problemas médicos. Problemas de diferentes ordens são apresentados como ”doenças”, “transtornos”, “distúrbios” que escondem as grandes questões políticas, sociais, culturais, afetivas que afligem a vida das pessoas.

Estiveram presentes, compondo a mesa redonda para discussão e debate, a psicóloga Valéria Rodrigues de Paula (CREAS de Silvânia), Elizabeth Maria de Jesus (diretora da Escola Estadual Dona Hormenzinda Maria Carneiro), Rondon de Castro  (Psiquiatra do CAPS), Cristiane Barbosa da Silva (Coordenadora da Atenção Básica) e Roberta Martins de Lima (Psicóloga do CAPS). O objetivo foi abordar o tema  trazendo  à tona discussão e reflexão entre os profissionais presentes  e  a compreensão  dos aspectos que estão encoberto  a essa crescente medicalização da vida.

A equipe do CAPS agradece a prefeitura Municipal de Bela Vista de Goiás, e a secretária de saúde Lana de Paula D.T. de Siqueira, pelo apoio ao evento e a todos que estiveram presentes.

 

 

Peladeiro é campeão em seu primeiro Campeonato Municipal de Futsal

Peladeiro é campeão em seu primeiro Campeonato Municipal de Futsal

Club Peladeiro e ADC Josidiht fizeram a grande final do Campeonato Municipal de Futsal, certame 2015, sexta feira (20), no Ginásio de Esportes Tancredo Neves que recebeu público máximo.

O duelo foi o que prometia muita disputa, uma vez que ambas as equipes tiveram as defesas menos vazadas da competição. ADC/Josidith tomou apenas 16 gols em 10 partidas e o Peladeiro FC 19 gols em 10 jogos. Na disputa do terceiro lugar o Bela Burguer/Fazenda Califórnia encarou a Vargem Grande e venceu por 5x0.

Peladeiro que disputou sua primeira competição, desbancou fortes equipes do Futsal bela-vistense como Fabios Mercearia, Vargem Grande e a própria ADC Josidith na final que sofreu o gol logo aos 4:40 com Célio Jr aproveitando um contra-ataque. Só aos 15 a ADC conseguiu o gol de empate com Tayson, placar que encerrou a etapa inicial. Na etapa final a ADC ampliou com Railson para 2x1 e aos 9 Danilo levanta os torcedores do Peladeiro mais uma vez para empatar em 2x2 e aos 11 minutos Serginho muda o marcador para 3x2. Aos 17:30 Kadoca iguala novamente em 3x3 para ADC e Célio Jr. da o titulo ao Peladeiro aos 18 fechando em 4x3, placar final.

Artilheiros Danilo Peladeiro com 12 gols e Tayson ADC/Josidith também com 12. Premiação em dinheiro para os dois (R$ 100,00 para cada um) e troféu para o Danilo que foi o artilheiro campeão. Goleiro menos vazado Bruner da ADC/Josidith com 12 gols.

 

De acordo com o secretário Municipal de Meio Ambiente, Antônio Alonso este foi o último obstáculo burocrático resolvido para que a obra comece a funcionar e consequentemente começar a beneficiar a população de Bela Vista ao longo dos próximos 12 anos.

Aterro sanitário de Bela Vista recebe licença de funcionamento

Inaugurado em agosto deste ano (15), o aterro sanitário de Bela Vista já possui sua licença ambiental. Desde o último dia 13 o documento que autoriza o funcionamento da obra, de acordo com as normas ambientais, um documento muitas vezes cercado de burocracia, já está em poder das autoridades responsáveis pela manutenção e uso do local. Sem a licença de funcionamento o aterro não pode ser utilizado.

De acordo com o secretário Municipal de Meio Ambiente, Antônio Alonso este foi o último obstáculo burocrático resolvido para que a obra comece a funcionar e consequentemente começar a beneficiar a população de Bela Vista ao longo dos próximos 12 anos.

O Município de Bela Vista foi o primeiro de Goiás, entre os 14 municípios que construíram ou estão construindo seus aterros sanitários, a inaugurar seu aterro sanitário  construído com recursos próprios conforme explica o prefeito, Eurípedes do Carmo “Quando você da prioridade você viabiliza recursos para isso. A bem da verdade é que, o que fizemos foi rever os poucos recursos que o município tem, os quais tocamos a obra e com os funcionários da prefeitura nos conseguimos reduzir os custos pela metade”,salientou. O Secretário Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Vilmar Rocha, que empenhou na liberação da licença de funcionamento, elogiou o trabalho feito em Bela Vista. “Quero parabenizar Bela Vista porque é um dos poucos municípios que conseguiu construir o aterro sanitário. Nós no Brasil ainda estamos atrasados na questão de tratar adequadamente o nosso lixo, más, as coisas estão avançando como é o caso de Bela Vista”, afirmou.

O ex-deputado estadual e atual suplente de Senador, Luiz Carlos do Carmo (PMDB), afirma que cuidar do meio ambiente deve ser prioridade e segundo Luiz do Carmo, são poucos prefeitos que investem no meio ambiente, “Quando chego aqui e vejo o Eurípedes Investir mais de R$ 1 milhão no aterro sanitário, que é Lei, mas ninguém investe, fico feliz” revelou.

O município antes depositava seu lixo doméstico em aterro controlado, sem o devido tratamento. A primeira cidade com um número inferior a 50 mil habitantes, a inaugurar seu aterro sanitário como exige as normas sanitárias e ambientalistas, terá em seu primeiro aterro sanitário a solução de um problema que é a dor de cabeça de milhares de prefeitos em todo o Brasil, um local para depositar adequadamente seu lixo doméstico.  A obra atenderá as necessidades de Bela Vista de Goiás, pelos próximos 12 anos com a estrutura de 180 metros de extensão, com mais de 43.000 m³, contendo tudo o que compõe uma estrutura deste porte como a manta de polietileno de alta densidade que é colocada na trincheira e, sobre ela, uma camada de pedra britada, por onde passam os líquidos e gases liberados pelo lixo. A cada 5 metros de lixo é feita uma camada de impermeabilização. Para drenar o percolado (líquido que sai do lixo misturado à água da chuva), a cada 20 metros são instaladas calhas de concreto, que levam a mistura até a lagoa de acumulação. De acordo com o prefeito de Bela Vista de Goiás, Eurípedes do Carmo a obra tem um custo elevado, mas é de fundamental importância para a sociedade e para a preservação do meio ambiente. Cerca de 50% dos 5.570 municípios brasileiros, não conseguiram construir seus aterros sanitários de acordo com a Nova Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305), sancionada no dia 02 de agosto de 2010.

 

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 45