Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – SEMMARH

Secretário:Vanderlan Celso e Silva

 

Telefone: (62) 3551-7060

Endereço: RUA Vereador Antonio de Paula, Nº 297-Centro Bela Vista de Goiás

A Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Pesca, órgão de assessoramento e consultoria do Chefe do Executivo, com o objetivo de gerir as políticas públicas para o desenvolvimento, nas áreas do Meio Rural e Recursos Hídricos, tendo como metas:

I - Elaborar, planejar e coordenar a política municipal da Agricultura;

II - buscar parcerias com organizações governamentais nacionais e não governamentais e entidades de classe (CNI, CNC, dentre outros);

III - proteção e preservação dos mananciais, dos Recursos Hídricos, fauna e flora.

 

 

Dias da Coleta Seletiva - Clique Aqui Para Visualizar

 

 

Residências do PNHR em fase de acabamento

Residências do PNHR em fase de acabamento

O programa nasceu de uma parceria entre Coopebelgo (Cooperativa Agropecuária Mista de Bela Vista de Goiás) e Prefeitura de Bela Vista que através do Governo Federal foi implantado no município belavistense. Ao todo, são quinze casas, com 43.11 m² com a opção de ser ampliada futuramente.

Não foi rápido como esperavam os beneficiados do PNHR (Programa Nacional de Habitação Rural), devido problemas burocráticos que por várias vezes travaram o desenrolar do início das obras que perduraram por longos quatro anos.  Mas, depois de tudo aprovado, as obras residenciais dos pequenos produtores rurais foram iniciadas e no momento se encontram em fase de acabamento.

A grande maioria das casas já se encontra ao ponto de assentamento do piso cerâmico e as paredes em fase de pintura. Após a entrega destes benefícios será feito um estudo pelas autoridades, através do qual será tomada a decisão de buscar ou não novos projetos do tipo.

Residência dos produtores rurais Afonso S.Oliveira e Eduardo M.Teles Região de Boa Visitinha

Última atualização ( Sex, 06 de Fevereiro de 2015 08:48 )

 

“Estamos iniciando mais um ponto de encontro para as famílias de Bela Vista, onde poderão reencontrar os familiares, amigos, fazer novas amizades, degustar diferentes alimentos, comprar roupas, caçados, bijuterias, artesanato, brinquedos e etc".

Feira Coberta começa a cair no gosto do povo


Inaugurada em novembro de 2013, a feira coberta de Bela Vista de Goiás, Iolando Camilo de Oliveira “Neném do Patrocínio”, ainda não tinha alcançado um número de feirantes e clientes de acordo com as previsões. Mas nos últimos dias, tanto os feirantes quanto o público, vem crescendo de forma surpreendente. A julgar pelo número de pessoas que circulam hoje pelo local, a feira começa a cair no gosto do povo.

Outra opção que já esta a todo vapor é a mais nova feira, chamada de “Feira Especial”, que esta sendo realizada aos sábados das 16 às 22 horas, na Feira Coberta do Bairro Santa Cruz. De acordo com o Secretário Municipal da Agricultura, Vanderlam Celso e Silva, a “Feira Especial” já é mais um ponto de encontro da família. “Estamos iniciando mais um ponto de encontro para as famílias de Bela Vista, onde poderão reencontrar os familiares, amigos, fazer novas amizades, degustar diferentes alimentos, comprar roupas, caçados, bijuterias, artesanato, brinquedos e etc. Além de dar mais uma opção para os feirantes comercializarem seus produtos”, destaca.

Há poucos dias, os próprios feirantes recorreram ao prefeito Eurípedes do Carmo para uma possível mudança de endereço para a feira realizada no meio de semana, mas com as mediadas implantadas pelo novo secretário de agricultura como: reforço nas propagandas de divulgação da feira de quarta feira, ajustes na iluminação e manutenção nos banheiros do local, os feirantes decidiram continuar na feira coberta.

Última atualização ( Qua, 03 de Setembro de 2014 10:00 )

 

Oito municípios da região sul se preparam para implantação do Aterro Sanitário

Oito municípios da região sul se preparam para implantação do Aterro Sanitário


Na quarta feira (19 de fevereiro), o Prefeito Eurípedes do Carmo, recebeu em seu gabinete, sete Prefeitos, o Diretor Superintendente do Consórcio Brasil Central – Sr. José Ricardo Castilho e representantes de cidades vizinhas, os quais participam do Consórcio de Resíduos e estão diretamente envolvidos na implantação do Aterro Sanitário Regional e das Áreas de Transbordo, Triagem e Ações Ambientais.

A reunião foi realizada para analisar as exigências recomendadas para atender os oito municípios que fazem parte do Consórcio Brasil Central-Go (Região Sul), os quais terão que apresentar um projeto de implantação do Aterro Sanitário e Áreas de Transbordo e Triagem no máximo até agosto deste ano. Os desafios são muitos, viabilizar recursos, encontrar uma área com cerca de dez alqueires, e cumprir os prazos para a execução das obras, o que de acordo com o Ministério Público, em agosto deste ano as obras devem ter início, mas segundo os Prefeitos é praticamente impossível devido o curto espaço de tempo.

Devemos lembrar que os municípios através das Ações Consorciadas não estão de braços cruzados. Conforme prazos estipulados pelo Governo Federal e principalmente a Funasa e Ministério Público, estes municípios já possuem seus Planos Municipais de Resíduos Integralizados e prontos, levantamento das áreas para o futuro Aterro Sanitário e Áreas de Transbordo e Triagem e as solicitações de Recursos Financeiros para os devidos investimentos, como consta Proposta/Protocolo – Funasa nº 082.264/2013 nas Áreas de Resíduos, feitos através do Consórcio Brasil Central-Go, site do Consórcio Brasil Central-Go: www.consorciobrasilcentral.eco.br .

O Aterro Sanitário Regional irá atender cerca de (82) oitenta e dois mil habitantes de oito Municípios, a saber: Bela Vista (Pref. Eurípedes José do Carmo - PSC), São Miguel do Passa Quatro (Pref.Dr. Humberto Batista da Paixão - PMDB), Cristianópolis (Pref. Jairo Gomes Pereira Júnior - PSDB), Caldazinha (Pref. Edmom Borges de Oliveira - PT), Bonfinópolis (Pref. José da Luz Paulino Oliveira - PSD), Silvânia (Pref. José Silva Faleiro - PT), Vianópolis (Pref. Issy Quinam Júnior - PP), Leopoldo de Bulhões (Pref. Jeferson Adriano Louza - PT), gerando 1.280.000 (hum milhão duzentos e oitenta mil) quilos aproximadamente de lixo doméstico por ano. A ação está com previsão de atender os municípios ao longo de 20 anos, em terreno com cerca de 8 a 10 alqueires mais equipamentos, com custo aproximado de investimento e implantação deste projeto de 36 milhões de reais para esta região.

 

 

Última atualização ( Qua, 26 de Fevereiro de 2014 09:15 )

 

Catadores de recicláveis, meio ambiente e UFG formarão parceria

Catadores de recicláveis, meio ambiente e UFG formarão parceria


Os catadores de materiais recicláveis, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e representantes da UFG - Universidade Federal de Goiás, estiveram reunidos no dia 29 de outubro, para discutir parceria sobre a oficialização da Cooperativa de Catadores de Material Reciclável de Bela Vista.

Com 9 (nove) catadores de recicláveis e recolhendo cerca de 10 (dez) toneladas de material reciclável por mês, a Cooperativa de Catadores de Material Reciclável de Bela Vista ainda não registrada, precisa se registrar na JUSEG - Junta de Serviços do Estado de Goiás, para se tornar uma entidade independente e oficial. Com a parceria da universidade, todo este processo pode ser alcançado com mais facilidades.

Representando a UFG, Vitor Amorim, coordenador das Cooperativas e Guilherme Gasel, assessor jurídico, se colocaram a disposição de Bela Vista para dar início ao processo de registro e oficializar a Cooperativa de Catadores no Município, criando também à incubadora; Programa Nacional de Incubadoras de Cooperativas Populares, (Proninc), na qual financia a troca de experiências entre universidades e cooperativas populares. O processo consiste na promoção de atividades por parte das universidades com objetivo de formar e desenvolver cooperativas ou associações produtivas. A busca e a troca de conhecimentos entre trabalhadores e as incubadoras resulta, ao final, na conquista da autonomia econômica dessas cooperativas. Hoje o programa da UFG denominado Catasol, está presente em 20 (vinte) municípios, o projeto tem a duração de três anos podendo ser renovado por mais 3 (três) anos.

Última atualização ( Qua, 13 de Novembro de 2013 07:47 )

 
<< Início < Anterior 1 2 Próximo > Fim >>

Página 1 de 2